Vídeo viral mostra resgate e o despreparo da Defesa Civil de Cataguases

0
837
Vídeo

No vídeo viral ( O vídeo viral é aquele vídeo que adquire um alto poder de circulação na internet, alcançando grande popularidade) uma pessoa vinha dentro d’água na enchente lá do bairro Leonardo, nadando, mas só que demoram tanto a jogar a corda da ponte velha, que quando jogam, ele já passou, foi de uma incompetência e incoerência no trabalho, a corda não estava pronta para ser usada, o que mostra um resgate de maneira improvisada, não havia uma boia para jogar, a corda estava enrolada, ou seja, o tempo foi perdido e quase que fez perder uma vida, o trânsito na ponte não foi impedido para fazer o resgate. Faltou um barco, pé de pato e máscara de mergulho pro Tico-Tico.

Vídeo

Uma série de coisas erradas e desastradas.

É preciso investir em cursos para as pessoas que fazem parte da defesa Civil. É preciso ter um contingente maior também.

Quando se fala em Defesa Civil de Cataguases, só ouço falar em Tico-Tico, Jefinho e esporadicamente em Carlinhos Pires. Espero que a Defesa Civil de Cataguases tenha um contingente maior do que quatro pessoas para 70 mil habitantes.

Estatura de Cataguases

A estatura de Cataguases requer uma defesa Civil mais bem equipada e adestrada para a proteção da nossa cidade e dos nossos cidadãos. Essa tem que ser uma das dimensões da estratégia de defesa, para resguardar nossa proteção. É muito grave não ter uma doutrina de gerenciamento.

A tônica deve ser, portanto, conjugar esforços para uma vontade política de defesa.

E deve basear-se dois níveis coordenados de proteção dos interesses da cidade, a uma ação que se antecipe aos problemas causados pelas enchentes e previna o seu surgimento, e ação integrada com os outros municípios, quando for necessária.

Uma defesa civil precisa ser robusta e um complemento indispensável de uma política de segurança. Ás vezes, as pessoas perguntam por que uma cidade como Cataguases não tem uma defesa civil, apta a dar respostas, com uma plano de contingencia, de salvamento e de evacuação, é porque não levamos em consideração eventuais ameaças a nossa segurança.

Servidores

A culpa não é dos valentes servidores que estão de parabéns, mas, do chefe do executivo que não tem uma  política que leve em conta a segurança, dando cursos e condições de trabalho. Sem contar é claro que precisamos de um aumento do contingente que da ultima vez que foram homenageados na Câmara Municipal, salvo engano, eram quatro homens para uma população de 70 mil habitantes.

Há uma necessidade de reequipamento de reaparelhamento. Nós temos de colocar isso em perspectiva.

É preciso vontade política da Prefeitura para dar dotações orçamentárias de Custeio e Investimento, para haver uma considerável melhora na situação, que está muito longe de corrigir ou sanar todas as falhas que existem.

Precisamos de um governo que tenha vontade política de se comprometer com essa necessidade de investir para o renascimento da defesa civil de Cataguases. Os servidores tem que ser valorizados. Isso é política!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorBrinque o Carnaval com Segurança
Próximo artigoSalvamento da Defesa Civil de Cataguases
Nelson Filho é coordenador da pastoral de Comunicação do Santuário de Santa Rita de Cássia, é presidente do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) em Cataguases, diretor responsável do Jornal Minas & Gerais (MTB 17.816), estudou Ciências Sociais na UFF em Niterói, Letras na FIC e Direito na SUDAMERICA.