Mulheres excepcionais fazem a diferença no mercado de trabalho

0
18
Mulheres
Núcleo de Programação e Controle de Serviços

As mulheres têm provado diariamente que podem tudo, se desafiam em profissões antes consideradas ‘fora do padrão feminino’ e estão cada vez mais se inserindo no mercado de trabalho. No Grupo Energisa, são mais de 600 mulheres nas empresas de Minas, esbanjando talento e competência.

 Mulheres

Suely Alves Dias Campos, administradora, coordenadora de Leitura, mãe, esposa, traçou sua carreira na Energisa Minas Gerais. Há 31 anos na empresa, atualmente ela coordena uma equipe de 110 pessoas, em sua maioria homens, espalhadas em 23 cidades de Minas, além de Nova Friburgo. “É um desafio muito grande estar à frente de uma equipe de auxiliares comerciais. Nosso relacionamento é sempre pautado pelo respeito mútuo e pela confiança. Sinto muito orgulho de todos. Com equipes espalhadas por tantas localidades, os auxiliares são nossa referência e com ética e transparência conquistamos a satisfação dos nossos clientes”, comenta Suely.

  Energisa

Taíse Correa Nunes, Engenheira Civil, profissão antes atribuída basicamente aos homens, começou na Energisa ainda como trainee e sempre mostrou como conquistar seu espaço com competência e conhecimento em uma empresa essencialmente técnica e formada por muitos engenheiros. Hoje ela é coordenadora de Engenharia e Meio Ambiente na Energisa Soluções.

 

Suely Campos e Taíse Correa

Mulheres

Há quatro anos na Energisa Minas Gerais, Luciana Acácio, também entrou na empresa como trainee, sempre buscando seu espaço. Supervisora de Distribuição, ela é Engenheira Eletricista, responsável pelo Núcleo de Programação e Controle de Serviços do Departamento de Construção e Manutenção da Energisa Minas Gerais, antes formado somente por homens. Nos últimos cinco anos, a área veio sendo reformulada e atualmente é formada por seis mulheres, que são técnicas de programação e que lidam diariamente com as equipes próprias e terceirizadas, formadas exclusivamente por homens. Agora ela se divide também entre o trabalho e a maternidade.

Exemplos

“Essas mulheres são exemplos a serem seguidos. Por isso, para nós do Grupo Energisa comemorar o Dia Internacional da Mulher é sinônimo de orgulho, porque representa as lutas por reconhecimento, voz ativa e valorização da igualdade de oportunidades e de direitos. Uma oportunidade de reforçar os conceitos de respeito, igualdade e união, permitindo que as mulheres sejam felizes com as suas escolhas, com o que as fazem felizes”, comenta Eduardo Mantovani, diretor-presidente da Energisa Minas Gerais.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVereadores 2017 a.2020
Próximo artigoDocumentos de veículos agora são online
Nelson Filho é coordenador da pastoral de Comunicação do Santuário de Santa Rita de Cássia, é presidente do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) em Cataguases, diretor responsável do Jornal Minas & Gerais (MTB 17.816), estudou Ciências Sociais na UFF em Niterói, Letras na FIC e Direito na SUDAMERICA.