MP desencadeia Operação e apreende barras de maconha

0
42
MP desencadeia
Drogas e armas foram apreendidas durante a Operação 'Despojo' em cidades da Zona da Mata — Foto: Polícia Militar/Divulgação

MP desencadeia Operação e apreende barras de maconha. Uma ação de combate ao crime organizado é realizada em quatro cidades da Zona da Mata nesta sexta-feira (26). Até o fim da manhã, três pessoas foram presas em flagrante durante a Operação “Despojo” que cumpre 17 mandados de busca e apreensão.

MP desencadeia

O trabalho é feito em Leopoldina, Recreio, Ubá e Tocantins por equipes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), regional de Visconde do Rio Branco do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), das Promotorias de Justiça Criminais da Comarca de Leopoldina e da Polícia Militar (PM) .

A partir da investigação da Operação “Bereshit”, foi identificada uma outra possível organização criminosa que, em tese, praticava os crimes de tráfico de drogas, lavagem de capitais e associação ao tráfico nos municípios.

Segundo a Regional de Visconde do Rio Branco do Gaeco, também foram apreendidas mais de 50 barras de maconha, duas armas de fogo, um veículo clonado, diversos celulares e outros eletrônicos. As diligências ainda estão em andamento.

O Gaeco informou que as investigações continuam para verificar outros fatos e pessoas envolvidas.

De acordo com a promotoria, a palavra “Despojo” é proveniente do Espanhol e tem como um de seus significados: resto, fragmentos, sobras.

Todos os presos foram levados para a delegacia da Polícia Civil de Leopoldina.

A reportagem do G1 entrou em contato às 19h com a Polícia Civil de Leopoldina para saber informações sobre o balanço da operação e foi informada que será divulgada na próxima segunda-feira (29).

Operação ‘Bereshit’

Bereshit é uma palavra hebraica que significa “em princípio”, informa a história do início dos tempos. O nome foi escolhido para marcar também o início dos trabalhos realizados em parceria entre o Grupo de Combate às Organizações Criminosas (GCOC), a PM de Visconde do Rio Branco e o Gaeco no combate à criminalidade violenta.

G1