Brasileiro é o mais jovem do mundo em mestrado para direito em Harvard

0
7
jovem do mundo

Mateus Costa Ribeiro, de 19 anos, é o mais jovem do mundo a conseguir uma vaga em um programa de mestrado em direito, na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A instituição é uma das mais renomadas do mundo.

A carta confirmando que Mateus Ribeiro foi aceito para estudar na Faculdade de direto de Harvard chegou em março deste ano. O processo de aceitação foi concluído há poucos dias. O curso em Harvard é correspondente ao mestrado, e tem previsão de começar em agosto.

Jovem do mundo

“Aos 19 anos de idade, você será o membro mais jovem do LL.M. Program at Harvard Law School”, diz a carta.

Em novembro de 2018, Mateus ficou conhecido após se tornar o advogado mais jovem do Brasil a fazer uma sustentação oral no Supremo Tribunal Federal (STF). À TV Globo, o advogado contou que a experiência foi fundamental para ele tentar a vaga em Harvard.

“Ainda que eu fosse jovem, ainda que eu fosse um advogado recém-formado, eu seria capaz de talvez enfrentar um desafio maior. Acho que a sustentação mostrou isso de certa forma.”

Líderes mundiais

A Escola de Direito de Harvard é a mais antiga e uma das mais conceituadas dos Estados Unidos. É famosa por formar líderes mundiais. O ex-presidente americano, Barack Obama, foi aluno da instituição. Para Mateus Ribeiro, o ambiente competitivo não intimida.

“É um ambiente desafiador, a melhor mesa é aquela que você não é o mais inteligente. A mesa de pessoas que te puxam para cima. Essa é a mesa que eu quero, por isso eu estou indo para Harvard.”

O mestrado termina em maio de 2020. A família vai pagar metade da bolsa de estudos. Na bagagem para Harvard, Mateus vai levar uma foto, tirada pelo pai. Aos cinco anos, com roupa de super-herói, em frente à Faculdade de Direito de Harvard.

Advogado mais jovem do país

Em julho de 2018, a Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal entregou a carteira profissional ao advogado mais jovem do país. Aos 18 anos, Mateus Ribeiro se formou na Universidade de Brasília (UnB) e, foi aprovado “de primeira” no Exame da Ordem.

A trajetória acadêmica começou em 2014, quando o estudante foi aprovado no vestibular da UnB com apenas 14 anos. Pela lei, ele não poderia se matricular na universidade, porque ainda cursava a 8ª série (atual 9º ano) do ensino fundamental.

Uma decisão liminar permitiu que ele entrasse na faculdade, desde que passasse em uma prova com o conteúdo do ensino médio.

G1