ENERGISA: Incentivo à inovação e à economia criativa

0
32
Incentivo
Na abertura do ‘Projeto Forte’, Ricardo Botelho, presidente do Grupo Energisa, citou o pensador russo Leon Tolstói que disse: “Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia”

Como incentivo para auxiliar na retomada do Estado de Minas aos trilhos do crescimento, a Energisa está investindo em Cataguases em ações para apoiar as cadeias produtivas da nova economia mundial.

Incentivo

Com esta inspiração, a empresa, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), capitaneou os projetos ‘Forte’, ‘Compre Bem’ e ‘Invista Mais’, no dia 24 de abril, em Belo Horizonte, tendo sido um sucesso com a participação de empresas de diversos segmentos, não somente da cadeia de fornecimento do setor elétrico, mas também de fornecedores de sistemas da informação, automação, recursos humanos, assessoria jurídicas, tecelagem e educacional.

Na abertura do ‘Projeto Forte’, Ricardo Botelho, presidente do Grupo Energisa, citou o pensador russo Leon Tolstói que disse: “Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia” e falou aos presentes sobre a contribuição para a evolução da Zona da Mata e para também em todas as cidades onde a Energisa atua. No ‘Projeto Forte’, contamos também com as palestras de Wilson Brumer, que trouxe o tema “Inserções das empresas de Minas Gerais em Negócios Nacionais e Globais” e o painel de discussão “Inovação – Impacto das novas tecnologias disruptivas na comercialização de energia e no planejamento do Setor Elétrico”, que contou com a participação da conselheira da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, Talita Porto, e pelo presidente da empresa de Pesquisa Energética, Thiago Barral.

Uma rodada de negócios à tarde reuniu os fornecedores com representantes das áreas de Suprimentos da Energisa, além da Energisa Soluções e Comercializadora, no encontro do projeto ‘Compre Bem’.

Incentivo

O encontro foi tão produtivo que já temos mais uma edição em vista, potencializando e estreitando os laços com empresas do Estado de Minas.

 

E para completar o dia produtivo e de muita energia, o concorrido painel Rio Pomba Valley, que apresentou para os presentes como o foco em inovação e o apoio à economia criativa tem gerado oportunidades através do Polo Audiovisual da Zona da Mata e da Fábrica de Softwares, contribuindo para profissionais mais preparados para suprir as necessidades do mercado de trabalho atual.

Ricardo Botelho continuou: “hoje esse sonho também precisa mover cada um de nós que desejamos que Minas Gerais retome seu crescimento e se torne, novamente, um estado pujante, eficiente e próspero. Espero que esse encontro seja mais que uma rodada de negócios, se torne uma oportunidade para pensarmos algumas alternativas de atuação conjunta para que Minas vá sempre em frente. Como empresa âncora, podemos alavancar muitas oportunidades. Mas chegou a hora de unir forças e fomentar ainda mais este novo território de inovação em nosso estado, atraindo novos empreendedores, ampliando a formação e a qualificação profissional, articulando potentes e novos empreendimentos, capazes de gerar emprego, renda e impactos relevantes na economia e no desenvolvimento local”.