Governo federal libera mais de R $ 3,8 milhões para cidades afetadas pelas chuvas na Zona da Mata

0
67
Governo federal libera
Espera Feliz ficou debaixo d'água durante um fim de semana em janeiro deste ano — Foto: Prefeitura de Espera Feliz/Divulgação

Governo federal libera mais de R $ 3,8 milhões para cidades afetadas pelas chuvas na Zona da Mata. O governo federal anunciou neste sábado (29) a transferência de mais de R $ 3,8 milhões para dez cidades da Zona da Mata afetadas pelas fortes chuvas desde janeiro e declarou situação de emergência.

Governo federal libera

Os municípios incluídos foram Tombos, Ubá, Muriaé, Espera Feliz, Senador Firmino, Divino, Orizânia, Guidoval, Fervedouro e Dores do Turvo.

O Regulamento de Liberação de Recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional foi publicado no Jornal Oficial (DOU) para oito cidades nesta sexta-feira (28), com exceção de Fervedouro e Guidoval, cujos documentos ainda não foram publicados.

O anúncio foi feito pelo ministro Rogério Marinho no início deste sábado, em reunião com prefeitos de algumas das comunidades afetadas em Belo Horizonte.

Das 197 cidades mineiras que declararam uma situação de emergência reconhecida pelo governo federal, 35 cidades receberão cerca de R $ 17 milhões neste comunicado. A União informou que 66 prefeituras fizeram o pedido até agora.

Deslizamento de terra é registrado em Juiz de Fora depois de chuva — Foto: Gabriel Landim/G1

Deslizamento de terra é registrado em Juiz de Fora depois de chuva — Foto: Gabriel Landim/G1

O ministro disse que esses foram os primeiros lançamentos de fundos e fizeram parte do pacote de quase R $ 1 bilhão anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Presentes o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant (Novo), o ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio e o secretário nacional de proteção e proteção civil, coronel Alexandre Lucas.

Governo federal libera

Na Zona da Mata, a soma dos valores dos dez municípios é de aproximadamente R $ 3,8 milhões.

A cidade que receberá mais dinheiro na região será Espera Feliz, com mais de R $ 1 milhão.

No final de janeiro, o G1 mostrou os danos na cidade, onde viviam mais de 1.500 moradores de rua.

De acordo com o regulamento, os fundos são utilizados exclusivamente para trabalhos de reparo e reconstrução em áreas afetadas por chuvas e inundações.

O prazo para realização deste trabalho é de 180 dias desde a publicação no Diário Oficial da União. Após esse período, as prefeituras terão até 30 dias para enviar um relatório de prestação de contas ao governo federal.

Governo federal libera

  • Tombos – R$ 234.378,00
  • Espera Feliz – R$ 1.041.697,31
  • Muriaé – R$ 22.993,03
  • Divino – R$ 388.409,98
  • Dores do Turvo – R$ 202.315,67
  • Orizânia – R$ 219.071,66
  • Senador Firmino – R$ 171.082,97
  • Ubá – R$ 506.952,31
  • Guidoval – R$ 749.300,00
  • Fervedouro – R$ 278.500,00
COMPARTILHAR
Artigo anteriorBaluarte do Samba no Clube AEXAS
Próximo artigoWillian é acusado de induzir idoso a mentir
Nelson Filho é coordenador da pastoral de Comunicação do Santuário de Santa Rita de Cássia, é presidente do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) em Cataguases, diretor responsável do Jornal Minas & Gerais (MTB 17.816), estudou Ciências Sociais na UFF em Niterói, Letras na FIC e Direito na SUDAMERICA.