Bolsa brasileira tem recorde e fecha acima de 94 mil pontos

0
19
Bolsa
Confiança e otimismo com Bolsonaro faz Bolsa bater novo recorde

A perspectiva de uma reforma da Previdência mais dura trouxe o viés positivo na segunda-feira (14) para a Bolsa brasileira, que fechou em novo recorde, acima de 94 mil pontos.

Bolsa

O dólar recuou e voltou aos R$ 3,70.

Investidores ficaram animados com a notícia publicada pelo jornal Valor Econômico de que as novas regras para aposentadoria poderiam levar o governo a economizar R$ 1 trilhão.

O texto que será proposto pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) ainda não é conhecido, mas o montante estimado seria superior ao previsto caso o projeto apresentado pela gestão de Michel Temer (MDB) tivesse saído do papel.

O Ibovespa, principal índice acionário do país, subiu 0,87%, a 94.474 pontos. O volume financeiro ficou ao redor dos R$ 13 bilhões.

Investidores estrangeiros seguem retirando recursos da Bolsa brasileira, na esteira de um mercado externo mais avesso ao risco. Analistas ressaltam que persiste a preocupação com a desaceleração da economia global. Nesta segunda, a China divulgou dados piores que o esperado de balança comercial, o que azedou as Bolsas ao redor do mundo.

Os principais índices asiáticos e europeus recuaram nesta segunda. As Bolsas americanas terminavam o dia ainda em baixa.

O dólar recuou 0,35%, a R$ 3,7010 nesta segunda, após ter passado boa parte do pregão em alta. A tendência era de valorização da moeda americana: de uma cesta de 24 divisas emergentes, o dólar subiu ante 16 delas.

Dinheirama