Barragem de Miraí recebe simulado de evacuação nesta sexta-feira feito pela CBA

0
191
Barragem de Miraí
A barragem contem 18 milhões de litros de rejeitos e 15 milhões de litros de água

A Companhia Brasileira de Alumínios (CBA) realizará nesta sexta-feira (09) uma simulação de emergência na barragem de Miraí.

Barragem de Miraí

O treinamento acontecerá na chamada zona de auto salvamento (ZAS) da barragem e contará com o apoio da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.

Essas ações fazem parte de um plano emergencial para barragens de mineração em cumprimento a lei 70.389/17.

Nesta terça-feira (04) a equipe da Rádio Muriaé visitou a barragem de Miraí para conhecer toda estrutura e as medidas de segurança que foram implantadas nos últimos anos para evitar o rompimento da barragem e orientar as pessoas que vivem nas chamadas “zonas de risco”.

A CBA informou que cerca de 150 pessoas que moram num raio de 10 quilômetros da  recebem visitas periódicas com orientações sobre a segurança da barragem.

De acordo com o gerente das unidades da zona da mata, Christian Fonseca, nos últimos anos foi implantado diversas medidas de segurança no local. Segundo ele, são pequenos cuidados que fazem a diferença na segurança da barragem.

A CBA também foi enfática em afirmar que não há nenhum risco de rompimento em Miraí que está com 50 % de sua capacidade total.

Nos últimos anos, desde o rompimento da barragem em Mariana, foram investidos mais de R$ 7 milhões em segurança na barragem, como câmeras de vigilância. 12 sirenes foram implantadas caso precise de uma ação emergencial, o som irá alertar as pessoas que moram ao redor.

Ainda de acordo com a CBA, diversos equipamentos estão instalados para alertar se houver alguma movimentação. A empresa também enfatizou que passa por constantes auditorias internas e externas.

Sobre 

A barragem de Miraí, construída em etapa única, opera desde 2008 e atende os mais altos critérios de segurança. O rejeito contido ali é composto de água, argila e areia. A água da barragem é reutilizada no processo de beneficiamento. A mineradora conta também com uma Estação de Tratamento de Água (ETA) que realiza o tratamento de água da barragem, retornando para o Rio Preto totalmente limpa.

Fonte : Rádio Muriaé