Avó furtou cinco ovos para alimentar a família e ganhou 2 caminhões de comida da polícia

0
81
Avó furtou
O policial e a avó - Foto: Al.com/landov

Uma avó furtou cinco ovos em um supermercado para dar de comer aos filhos e netos que não comiam havia dois dias.

Avó furtou

Mas os ovos quebraram no bolso dela. Os seguranças da loja viram e chamaram a polícia. Por sorte, o policial William Stacy chegou, ouviu a história, sentiu pena da mulher e, em vez de puní-la, decidiu ajudar.

Ele comprou uma caixa de ovos pra ela e quando a senhora Johnson abraçava o policial para agradecer,  Robert ‘Dollar’ Tripp, fotografou a cena, que viralizou no Facebook com a hashtag, ‘feelgoodstoryoftheday’.

Corrente do bem

A história comoveu amigos do policial William Stace, que apareceram na casa da mulher com dois caminhões de comida para ela e sua família.

 

“A última vez que vi a minha casa tão cheia, eu tinha 12 anos e fiquei com a minha avó”, disse a senhora. Johnson. “Eu tenho chorado o dia todo.”

Além dos caminhões com comida, os oficiais criaram um fundo na Primeira União Federal de Crédito do Povo, para que a Sra. Johnson possa receber doações.

O chefe de polícia Williams disse que recebeu ligações de todos os Estados Unidos e de todo o mundo para agradecer e se oferecer para dar dinheiro, comida e roupas à senhora Johnson.

“Ela está recebendo tanta comida que não terá fome por um bom tempo”, disse o chefe da polícia.

História

A senhora Johnson, alimenta suas duas filhas, sobrinha e dois netos, com idades entre 1 e 3 anos, com apenas US $ 120 por mês, menos de R$ 500. Eles dormem em colchões, no chão.

Pra piorar, na semana passada ela perdeu o dinheiro do pagamento e ficou à beira da fome.

No sábado, a família não comia havia dois dias, então a senhora Johnson foi ao mercado com apenas US $ 1,25 para tentar comprar ovos.

Para seu desespero, faltavam 50 centavos para que pudesse fazer a compra.

Foi então que ela colocou 5 ovos nos bolsos, mas eles se quebraram enquanto ela caminhava e tentava esconder o furto.

“Eu não sou uma boa ladra”, disse a senhora Johnson.

Perdão

“Ela começou a chorar, ficou muito emocionada e se desculpou muito”, disse o policial William.

“Ela tentou me dar o dinheiro que tinha nela, US $ 1,25.”

O policial decidiu não prender a mulher, mas ajudá-la.

“Eu senti que era a coisa certa a fazer. Eu não queria julgá-la”.

“Espero que ela não faça isso de novo. Eu rezo para que ela não faça e eu não acho que ela vai “, disse William.

DardaniaPost